Pai de Meghan Markle é acusado de forjar imagens

Pai de Meghan Markle e acusado de forjar imagens

Na última semana, o pai de Megan Markle, Thomas Markle (73), foi supostamente fotografado tirando medidas para um terno que iria usar no casamento da filha com o Príncipe Harry, no próximo sábado (19).

Porém, o jornal britânico Daily Mail publicou uma denúncia de que o pai da noiva teria forjado as imagens, em parceria com o paparazzo Jeff Rayner, que teria lucrado aproximadamente R$ 500 mil.

O Palácio de Kensington já havia publicado uma carta, pedindo que os jornais não publicassem as fotos de Thomas.

Aparentemente, a ideia, arquitetada junto da irmã de Megan, Samantha Markle, era de passar uma boa impressão do pai para a mídia, que estava com uma reputação não muito boa.

Segundo o jornal Mirror, Samantha teria pedido desculpas à família real através de um tweet publicado nesta segunda-feira (14).

“Essa notícia sobre meu pai é minha responsabilidade. A mídia estava deixando ele com uma imagem ruim, então eu sugeri que ele fizesse fotos positivas para o bem dele e o bem da família real. Nós não imaginávamos que ele seria enganado. Não foi por dinheiro", disse ela.

Testemunhas contaram que nas supostas fotos, onde Thomas estava tirando medidas para o terno, com a ajuda do jovem David Flores, o pai da noiva teria levado a própria fita métrica para o alfaiate. Segundo David, tudo foi bem estranho.

"Eu estava falando as medidas para ele, mas ele não anotou. Foi bem estranho", revelou Flores.  

Em outra imagem, Thomas aparece em um café lendo notícias sobre o casamento da filha. Segundo o gerente do café, o pai de Markle chegou no estabelecimento e ficou apenas 10 minutos com Jeff.