Deborah Secco alfineta situação do Brasil no Altas Horas

Deborah Secco alfineta situacao do Brasil no Altas Horas

No último final de semana, Deborah Secco foi uma das convidadas do programa Altas Horas, exibido pela Rede Globo e falou sobre a novela Segundo Sol e sua personagem na trama, Karola, que vem dando o que falar.

Ao ser questionada sobre o machismo que vinha enfrentando por conta das próprias mulheres, Deborah Secco respondeu.

“A Karola tem sido um enorme presente pra mim. Tenho brincado muito e me divertido com ela, mas, infelizmente, eu sinto que a minha geração foi criada em uma sociedade extremamente machista. Homens e mulheres machistas. A gente começa uma luta agora, mas é uma luta muito longa e dura. Temos que ser muito fortes e persistentes”, afirmou a atriz.

Durante o momento, Deborah ainda lembrou de outros personagens polêmicos que interpretou, como Bruna Surfistinha, e alfinetou a situação política atual do Brasil.

“Infelizmente, fico muito triste quando dou algumas declarações e vejo a maioria das mulheres comentando: ‘vagabunda, piranha’. Me julgam muito pelos papéis que fiz e eu sempre falo que, graças a Deus, eu não tenho vergonha nenhuma de ter feito uma prostituta. Eu teria mais vergonha de fazer políticos no momento”, afirmou, sendo aplaudida pela plateia.

Além da novela Segundo Sol, Deborah Secco também está no filme Mulheres Alteradas, que também conta com a participação da atriz, além de Monica Iozzi, Maria Casadevall e Alessandra Negrini.